quinta-feira, 25 de junho de 2009

Duas semanas bem... agitadinhas pros fãs de Corrs


Tudo começou quando a Sharon Corr resolveu lançar um cd solo.
Primeiro foram os boatos, depois ela começou a aparecer nos programas de rádios e afins confirmando eles.
Aí veio o site oficial, que não tinha nada.. ela começou a atualizar, começaram a sair mais coisas sobre o cd.
No meio disso tudo veio a ideia (da Anadiva, se não me engano) de fazer uma campanha pra tentar trazê-la pro Brasil. A gente fez um email assim: sharon_come_to_brazil_X@yahoo.com.br (o'x' é o número, tipo, eu sou o 7, a sétima pessoa que fez o email).
Okey-dokey. Aí nossa amiga (?) Ms. Divez (Ms. Twitter, num futuro muito próximo) resolveu acabar com essa coisa de odiar internet (?) e criou accounts em vários sites de relacionamento (youtube, facebook, twitter, flikr e fins). Aí ela ficou super viciada no Twitter e começou a responder fãs. Até aí beleza.
Quando ela resolveu criar tudo isso, as pessoas resolveram criar contas nesses sites tbm só pra ficar atualizado.
Até eu desenterrei meu Twitter (que eu só tinha criado pra ter a Marit Larsen - que eu nem sou tão fã).
Semana passada, estava na internet com a Jess (que sumiu), como sempre, aí eu vejo uma atualização da divez em pessoa.
"JESS, CARAMBA, A GENTE TÁ ON AO MESMO TEMPO QUE A SHARON TTT"
Aí a gente começou a conversar sobre ela e os Corrs pra ver se ela se manifestava... nada. A esperta da Jess resolveu mandar msg pra ela e tal.
O Rafa mandou msg pra ver se eles tinham recebido o fanbook e tal... mas acho que ninguém esperava que fosse ter uma respostinha (embora todos estivessem esperançosos).
It turns out que ela respondeu. Ela elogiou nosso book e disse pra Jess que adoraria gig in Brasil. Foi aí que eu comecei a gastar tudo o que não gastei em quase 20 anos de celular.
Aí geral começou a pirar e usar o Twitter, ficar on ao mesmo tempo que ela e mandar msgs pra ela.
Segunda não tinha tido resultado e resolvi apelar. Mandei uma msg implorando por um 'oi' dela (depois de muito xingar e falar que ela me odeia). Uns minutos depois, leio um "Hi Bia!" vindo dela. Nisso a Cela tbm tava puta pq não tinha sido respondida. Antes de mim, ela respondeu a Cela. Aí ela me ligou e surtamos por 40 min no telefone. Com direito a risadas histérias, palavras muito bonitas, planinhos de gente obcecada, risadas, quase choro, pulinhos e torção no pé e afins.
Ontem (?) mandei um "Hello Sharon" e ela me mandou um "Hi Bia", mas sem ser diretamente pra mim. Juro, é a melhor coisa! Lembro de tremer todinha, ficar sem reação e coisas assim.
Sharon Corr ainda me mata. Não vivo até o dia do show. Ou morro lá, no momento que ela subir no palco.
Agora algumas pessoas já estão íntimas dela.
Ana terá o violino assinado, Bia, Grá e meio mundo vão tirar fotos com ele, por não terem seu próprio pra pedir pra ela assinar...
Vamos mandar fazer camisetas com "Everyone loves an Irish girl" escrito, em homenagem (carteirinha do nosso fã-clube, dica. Ah, a Nay ficou devendo um site pra ela, por um mal entendido)... vamos fazer festinha no hotel..
Contagem regressiva pro dia da minha morte, que vai ser muito feliz!
E que a Sharon venha logo (sim, ela confirmou que vem. Nas palavras dela pra Tham "... Don't worry" We'll gig there")
Ok. Tha'ts all.
PS: Twitter é muito melhor que orkut. Não sei se já tinha escrito, mas fica a dica)

Dois anos

Não sei direito começar aqui...

Pode parecer imbecil, doentio, obsessivo, psicótico e coisas do tipo, but i must say that por causa dessa pessoa (ok, não vou tirar o mérito dos outros, afinal, Andrea, Caroline e Jim também tiveram - muita - culpa. E não é só pq a Sharon tá aparecendinho que vou "grudar" nela e esquecer dos outros.. principalmente da Carolzinha (?) *-*) mudou muita coisa pra mim (eu sei que "soa" ridículo).

Há exatamente (? - ok, não sei o dia certinho, mas lembro que era fim de junho, dia 20 e qualquer coisa) dois anos, eu tava tentando arranjar desculpas esfarrapadas pra não assistir o dvd (Unplugged, bjs) de uma banda que tinha umA bateristA muito boa.
Quando meu acervo de desculpas (?) acabou e eu não sabia mais o que fazer, resolvi assistir o "maldito" dvd. O resultado? I just fell in love!
A partir daquele dia, comecei a "caçar" que nem louca músicas e informações sobre certa bandinha (quem falar "bandinha" na minha frente, apanha, dica... e eu sou superboazinha).
Cada dia eu descobria mais coisa sobre os integrantes, músicas e coisas do tipo.. e cada dia me apaixonava mais por essa gente de sotaque diferente e lindo, que ,certamente, não era americano (até então eu só gostava de música norte-mericana.. e era bastante julgada por isso).
No começo do auge (?) do meu vício (e um vício que nunca acaba, pela internet), resolvi sair "caçando" pessoas que também gostavam dessa "bandinha".
Eu tinha certeza que não chegaria em lugar nenhum com isso, que uma semana depois eu nem "olharia na cara" das pessoas que poderia conhecer.
Conheci primeiro o Carlos, o Rafa e o Paddy McCarthy (que só durou mesmo um dia de bate-papo). Não falo com o Carlos há um tempão, o que é uma pena... mas beleza.
Desses 3, o Rafa foi o único que durou.
Tem também a Mari, que conheci no talkoncorrs.tk, e um tempo depois trocou os Corrs pela Catherine Zeta-Jones, e, depois de um tempo, sumiu completamente e eu nunca mais vi nem ouvi sobre ela (sério, parece que a menina evaporou).
No fórum tinha muita gente legal.
Mas ok de novo (esse post devia ser sobre a Sharon e a carreira solo dela.. and all about it).

Em fevereiro do ano passado é que as coisas começaram a mudar de verdade.
Conheci a Mana, ou melhor, a Bruna (mas pera, antes conheci a Lê). Por causa dela, conheci o bando todo (and i'm so thankful!). A Bruca, Nay, Cela (mas a gente só começou a se falar direito quando o pc da Bruca morreu e descobrirmos que somos gêmeas, apesar da diferença de idade).
Aí veio a Tha, a Lay, Lucas... E nesse meio todo teve o povo da Dundee, da Merrow e afins.

Agora eu super me perdi.
Só tenho a agradecer à banda que me trouxe amigos-irmãos com quem mantenho contato até hoje (a maioria).. e nisso tudo teve mais gente, for sure. Teve carona, vácuo na violinista diva, gente aguentando caipiras perdidas na cidade grande (e a caipira aqui se virando no metrô pra ir a shows), perseguição de madrugada, leitura de fics fodas (com writer porca e vaca), começo de faculdade (e bomba), indecisão, empréstimo de seriados, surtos na internet (de madrugada ou não), surto ao vivo (MM), surto por causa da Sharon, a carreira solo e o contato com fãs (e a confirmação da vinda ao Brasil), brigas (de mentirinha) pela camiseta da Merrow, mãe adotiva, surtos por Long Night na novela da tarde, 57643768754423865 reais de conta de celular por causa de certa Corr...

Mil desculpas se esqueci alguém ou alguma coisa, mas são 1:10 da madrugada, e as pessoas têm que desconsiderar o que eu falo a partir das 20 hrs.

Bem, é isso.
Thanks Corrs!

PS: Foi muito imbecil? Just tell me, i can take it.

PS2: Segundo o Jim, "o Corrs foi a melhor invenção desde o pão de fôrma". E eu concordo!